Luxemburgo em um dia

Luxembourg, um dos menores países europeus e com maior PIB do mundo. A moeda do país é euro, o salário mínimo atual esta na faixa de 2mil euros, mas claro possui também um custo de vida alto. É um país que encanta por ser tão diferente e único e por ter uma cultura incrível e bem diferente da maioria dos países da Europa. A população do país esta em torno de 500mil habitantes, sendo 200 mil na sua capital. Faz divisa com Bélgica, França e Alemanha, sendo possivel chegar por avião, trem, carro ou ônibus.

Luxemburgo é o único país grão-ducado existente no planeta, ou seja, o chefe de estado do país é o grão duque ou grã-duquesa (esse título de nobreza está abaixo do imperador, rei e príncipe). Durante muito tempo o trono foi ocupado apenas por mulheres, que são extremamente reverenciadas pelo povo e o machismo passa longe pela história de lá. Amei saber disso!

Fomos conferir e passamos um dia na sua capital, de mesmo nome. Saimos de Frankfurt, foram 5 horas ônibus com a empresa flixbus (não é tão longe mas o ônibus faz muitas cidades na mesma rota), e de lá seguimos para Bruxelas, 3h de ônibus com a empresa regiojet. Ficamos hospedados próximo ao centro histórico na parte baixa, beirando o rio. Não usamos transporte público (4 euros o passe diário), o centro histórico é pequeno mas o sobe e desce foi bem intenso e andamos muito!

É uma cidade linda, surpreendente, tudo limpo e muito organizado. 
Histórica, com incrível arquitetura, fortificações e grandes construções e também moderna, sede de instituições do mundo todo. É Sede do Tribunal de Justiça Européia e também Banco Europeu de Investimento. Já foi eleita por duas vezes, capital europeia da cultura. Sua população é poliglota e cosmopolita, sendo a maioria estrangeiros. Inclusive, há muitos portugueses e brasileiros!


Lá existem os “casemates du bock” patrimônio mundial da Unesco, onde milhares de pessoas se esconderam durante as guerras. São tuneis, salas, corredores e salas cravadas nas falésias e fortificações, que chegam a km de extensão. Nós não conseguimos entrar porque deixamos para parte da tarde e acabou não dando tempo, ficamos perdidos e encantados andando pela cidade. Procure já fazer esse passeio logo pela manhã, pelo que vi na internet é imperdível e diferente de tudo que vemos em outros países, bem peculiar.

Nos não fizemos um roteiro especifico. Ficamos duas noites, chegamos a noitinha e fomos dar uma volta apenas próximo ao hostel e para comer algo, acabamos no Mc Donalds. No dia seguinte, andamos muito o dia todo, horas e horas até anoitecer. Pegamos o mapa turístico no próprio hostel e fomos caminhando. Sentamos na praça para observar, subimos e descemos muitas ladeiras, paisagens e visual incrível. Era outono e folhagem estava linda, refletindo no rio e fazendo contraste com as grandes fortificações.

Basicamente visite:

  • centro histórico com suas belas construções, praças, igrejas
  • feirinha local na Place de Paris (flores, comidas, artesanatos)
  • ponte Adolphe
  • avenida de La Liberté
  • margens do rio
  • casemates
  • Vallé de La Pétrusse
  • Chermim de la corniche: a mais bela varanda da Europa
  • Palais Grand Ducal

*há também museus de arte moderna, história e outros e a parte moderna da cidade com grandes prédios e avenidas (não fomos)

Quanto aos gastos, já falei que é um país bem caro, a mesma salada que comprei na Alemanha por 1,90 euros, lá custava mais de 6 euros. O nosso hostel custou 25 euros cada um por noite, em quarto coletivo. O transporte público custa 2 euros uma passagem, as refeições nos restaurantes em media 30 euros, um combo no Mc Donalds 8,8 euros.

Mas não se assuste, dá para conhecer sem deixar um rim por lá… Nós ficamos num hostel e não usamos nada de transporte público, tenha disposição para andar. Alimentação pegamos pratos prontos no supermercado (salada, lasanha e tabule) e também uma passada básica no Mc Donalds. Alias, uma dica para quem gosta: apenas na Alemanha e Luxemburgo vimos o Mc Ribs, um lanche de costela com molho barbecue, amei! E olha que nem gosto de fastfoods hein?

Gastos totais 80 euros:

  • Hospedagem: duas noites no “luxembourg City Hostel” em quarto coletivo por 50 euros cada. É bem grande, limpo, há salas de reuniões, café da manhã, uma ala dele é apenas quarto privado. O dia que fomos estava lotado de brasileiros pois era ultima semana para quem ia pedir cidadania, algo assim.
  • Alimentação: 10 euros cada, ficamos apenas um dia e nosso hostel incluía café da manhã, o que ajudou.
  • Ônibus flixbus de Frankfurt para Luxemburgo: 20 euros cada (compramos o passe de cinco trechos europa por 99 euros e usamos o último deles nesse trajeto), há vários preços diferentes conforme dia e horário, consulte no site ou app e ainda ganhe 10 euros de bônus na sua primeira viagem: https://www.omio.pt/travel-bonus?ic=lucasl0x5u9g

Se tiver dúvidas, quiser comentar ou perguntar algo, é só escrever aqui embaixo! Também estou sempre postando tudo no meu instagram, muitas fotos e dicas de tudo que visitamos, me segue lá: www.instagram.com/jurossi_souza

8 comentários

  1. Estou impressionada com a beleza de Luxemburgo no outono, muito romântica, né?! E nem precisa gastar nada para passar bons momentos lá, amei seu post!

    Curtir

  2. Luxemburgo em um dia, quanto encanto caminhar e conhecer este pequeno e único grão-ducado!!! Bem anotados os pontos para visitação aqui registrados no blog!!!

    Curtir

Deixe uma resposta para Anna Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s