As maravilhas polonesas

Pode não ser um destino tão desejado quanto Paris e Amsterdam, mas é tão encantador quanto. Já conhecem?

Fica localizado na Europa central, faz divisa com sete países e ainda possui praias no Oceano Báltico. Vc pode chegar de carro, ônibus, avião, trem ou barco.

A comida deliciosa e famosa por lá, considerada altamente calórica, composta por pratos como joelho e pescoço de porco, embutidos, queijos, sopa de beterraba e o famoso pierogi… Já viu? Já comeu? Eu amei. Pierogi é um tipo de pastel cozido e que depois são assados ou fritos, normalmente na manteiga com cebolas, recheados com diversos sabores, salgados e alguns doces).

Estivemos em setembro de 2018, ficamos três dias e duas noites em Cracócia (Kraków) e mais três dias e três noites em Breslávia (Wroclaw), adoramos as duas cidades e foi um dos países que mais me surpreendeu e encantou.

A história do país é de muito sofrimento e crueldade, afinal o complexo com os maiores campos de concentração nazistas foram instalados lá, em Auschwitz. O maior genocídio da história. E foi por essa historia que fomos parar lá. Mas, além de adentrarmos na história e conhecer de perto algo tão surreal, fomos surpreendidos com um país encantador, pessoas simpáticas (mesmo a gente não conseguindo se entender muito bem), povo alegre, ruas charmosas, prédios antigos, igrejas das mais diferentes arquiteturas, comida deliciosa que conforta, praças lindas.

Como se não bastasse tudo isso, foi o país mais barato que visitamos na Europa. A moeda lá é o sloty (PLN), com valor próximo ao real, bem diferente da realidade do Euro das redondezas. Se não estivéssemos de mochila e ainda um terço da viagem por vir, eu teria trago a Polônia inteira, que tentação… e esse foi um país que também achei as roupas lindas, diferentes e baratas! Numa loja de departamentos, comprei uma saia midi pra mim, o marido pegou um cinto e um sapatênis pra ele e tudo saiu por apenas 30 pln (7,50 euros, cerca de R$37,00 reais na época). Numa outra loja comprei uma calça estampada por 25 pln. Uma galeria ficava no caminho entre nosso hostel e os pontos turísticos, acabamos entrando indevidamente!kkkkk

O que visitar? Vc pode ler sobre cada cidade e então decidir o que visitar de acordo com seu estilo, seu gosto pessoal e financeiro. Eu acho bem pessoal. Uma grande etapa do nosso mochilão (metade dele), eu não programei nada, sem roteiro pronto. No dia anterior à visita ou no próprio dia, a gente dava uma olhada na internet sobre o local, pegávamos o mapinha turístico e ia marcando o que queria ver. A partir dali, íamos andando pela cidade, às vezes seguindo o mapa, muitas vezes nos deixando levar pelo acaso.

No próximo post vou tentar colocar tudo o que fizemos em cada cidade e os custos gerais também! Mas antes de finalizar, devo admitir que tem uma coisa que odiamos na Polônia: o vinho! Foi o pior e único ruim que tomamos na Europa toda, parecia a nossa Jurupinga, e eu não gosto. Na próxima iremos provar as famosas vodkas de lá, passamos batido nessa…

E ai, bora para Polônia?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s